16 de abr de 2010

LINHA DO TEMPO DA VIDA COM FATOS HISTÓRICOS

E ai gente, na tranquiladade?
Nesta semana a professora de práticas pedagógicas pediu para fazer uma linha do tempo de nossa vida colocando alguns acontecimentos históricos.
Eu imaginei que muitos iriam fazer em papel a metro uma linha ``normal´´ como aquelas que vemos nos livros mas com os fatos da vida neste caso. Pensei em fazer diferente, dae escrevi uma narrativa.
Dá uma lida ai e depois me conta o que achou.
bjus e abraços cheio de Vidas.


No dia 31 de março de 1989 em que completava 25 anos do golpe da ditadura militar, ocorria à queda do muro de Berlin. Muitos choravam pela morte de um grande poeta, Cazuza, mas ``O tempo não para´´ tristeza pra uns alegria pra outros, no hospital da Beneficência Portuguesa de Pelotas nascia Douglas Ferreira dos Santos irmão de Flávia e filho de Belonir Martins dos Santos e Mª Izabel Ferreira dos Santos. No mesmo ano foi batizado na religião de sua família e ia crescendo rodeado de muito amor e carinho.
 Enquanto as tropas iraquianas, liberadas por Saddam Hussein invadiam o Kuwait na luta pelo controle dos ricos campos de petróleo em 1990 e faziam porcaria a única porcaria que o menino fazia era nas fraldas dando trabalho para sua mãe que nunca mediu o esforço e os cuidados. 
 Enquanto os Brasileiros começavam a falar no celular que chegara aqui no Brasil no ano de 1991 Douglas somente gritava, pois não conseguia pronunciar suas primeiras palavras.
 No ano de 1992 Douglas já tinha o gênio bastante forte e não desistia do que queria até conseguir. Junto com os caras pintadas saiu as ruas gritando ``Fora Collor´´ pedindo o Impeachment do presidente após denúncias de corrupção feitas pelo seu irmão. Os gritos do Garoto era tantos que a policia brasileira foi à penitenciaria do Carandiru achando que o barulho era de lá, não era, mas descobriu e acabou reprimindo uma organização do presídio onde morreram aproximadamente 100 pessoas em São Paulo.
  Sua mãe descobriu que o garoto tinha a língua pressa e foi correndo para o médico, no caminho presenciou a passagem de um avião Supersônico Concorde francês que acabava de dar a volta ao mundo em 32 horas e 49 minutos estabelecendo um novo record. Chegando ao médico ele pegou uma tesoura apertou o nariz do garoto para que o mesmo abrisse a boca e cortou a parte inferior da língua permitindo que o menino falasse e suas palavras foram: médico desgraçado doeu, por que não me deu uma anestesia? A mãe envergonhada com a atitude do filho ficou ali quase um ano se desculpando querendo entrar em acordo com o médico que queria costurar a boca dele. Só aceitou o acordo no ano seguinte em 1993, mesmo ano em que Israel e a Organização para a Libertação da Palestina fizeram um acordo de Paz.
 Douglas junto com sua mãe voltaram para casa, mas antes de passar a roleta do ônibus se deparam com um problemão, a moeda acabava de ser tocada para Cruzeiro Real, tiveram que voltar a pé. Assim como os islâmicos que vão todos os anos a Meca eles percorreram um longo caminho até chegar em Casa.
 Quando chegaram em casa o pai de Douglas estava na porta agoniado pois fazia um ano praticamente que mãe e filho tinha o abandonado mas antes de perguntar o que tinha acontecido deu a triste noticia que o avô materno do garoto havia falecido, e a preocupação era grande pois ele era muito amigo do avô. O choro foi duplo, pois neste mesmo ano, em 1994 morreu também Ayrton Senna piloto da Formula um, três vezes campeão mundial e primo da professora Adriana. A tristeza foi amenizada com a conquista do Brasil na Copa do Mundo.
 O ano de 1995 chegou e com ele as primeiras responsabilidades do pequeno Doda, apelido dado carinhosamente pelo seu avô materno Vilaucy, começou a freqüentar a escola cursando o pré. E não foi só para o garoto que aumentou as responsabilidades não, sua irmã Flávia ficou grávida ainda adolescente e a chegada inesperada de uma criança foi uma surpresa, ela foi para o hospital com uma forte dor de barriga e após a medicação a dor de Barriga nasceu prematura de sete meses e recebeu o nome de Leandra. A convivência dos dois, sobrinha e tio era muito bonita, era como se olhassem dois irmão pois brincavam e dançavam ao som da Xuxa, a eterna rainha dos baixinhos.   Neste mesmo ano após ter se salvado de um atentado terrorista na estação de metrô em Tóquio, Fernando Henrique Cardoso é eleito presidente do Brasil.
 Sentado em frente à TV em meados dos anos de 1996 Douglas acompanha os noticiários e fica sabendo que tinha sido clonado o primeiro mamífero, uma ovelha. Vendo isso correu pedindo para que sua mãe o levasse até o cientista que criou a Dolly para que ele criasse um irmão gêmeo do qual tinha muita vontade de ter. Sua mãe surpresa com o que ouvirá exclamou que era mais fácil descobrir quem matou o PC Farias e juntar as 99 vítimas da queda do avião da Tam que realizar aquele desejo.
 Cursando a segunda serie no ano de 1997 na escola do bairro onde mora até hoje, a expectativa de Douglas assim como de todos os brasileiros era com a terceira visita do Papa João Paulo II ao Brasil. Quando o Papa chegou ao Brasil beijou o chão como de costume, o mesmo chão em que foi derramado o sangue do índio Pataxó, morto por cinco jovens de classe média alta de Brasília, um dia depois das comemorações ao Dia do Índio.
 Com nove anos Douglas entra para praticar taekwondo no ano de 1998 e vai representar sua cidade, Capão do Leão num torneiro estadual na Cidade de Rio Grande com duas lutas. Ganhou uma e perdeu a outra. Levou pra casa uma medalha de Prata. Chegando de volta onde toda a cidade esperava com uma grande festa para acolher o vencedor, aquele que ganharia a medalha de ouro o garoto foi logo se justificando que não poderiam culpa-lo pois ele era ser humano e também errava assim como o resto do povo brasileiro que reelegia FHC e Ronaldo Fenômeno que apresentou uma bela peça de teatro encenando uma dor no joelho no campo nos jogos da copa do mundo contra a França.
 No ano seguinte todo mundo ficou em pânico coletivo na virada do ano de 1999 para 2000. O temor deu-se à possibilidade dos computadores retrocederem ao ano de 1900, acarretando em prováveis prejuízos financeiros nos bancos, bolsas e em todo o sistema e o Doda não estava nem ai, estava preocupado e ansioso para receber a primeira comunhão numa comunidade católica perto de sua casa.
 Enquanto os atentados terroristas ao EUA aconteciam no dia 11 de setembro de 2001 Douglas lia o lançamento do primeiro livro do Harry Potter ao lado da menina por quem se apaixonou e fez loucuras de amor como serenatas pelo telefone e faixa de eu te amo na frente da escola.
 Douglas crescia agora estava com 13 anos e aprontando muito, mas quando eram descobertas as travessuras se fazia de Santo, mas não teve tanta sorte como a Madre Paulina que no mesmo ano em 2002 foi proclamada oficialmente santa pelo Papa João Paulo II.
 O menino que estava já na adolescência começou a se dedicar à dança e entrou para um grupo de dança de salão, onde dançava tango, samba, lambada... Mas a dança não o levou em lugar nenhum, somente Sandy e Junior tiveram a honra de dançar e cantar no Maracanã sozinhos, sendo o primeiro show que realizaram no estádio após a vencida eleição do Lula que á séculos tentava ser presidente do Brasil. Com ele é que nasceu a expressão ``quem espera sempre alcança´´.
 No ano de sua formatura da oitava serie em 2003 Douglas chega com a mentira para assustar seus pais que tinha sido reprovado, após a descoberta da brincadeira a mãe disse que o garoto poderia ser como tantos jornalista que contavam muito bem as estórias e o povo até achava que era verdade, falando em jornalistas neste ano comemorou-se os 50 anos da Record um canal de televisão preocupada com o povo brasileiro e seus conhecimentos.
  Então chegou o tempo de decisões, até ali foi educado pelos pais na religião católica, mas qual era sua escolha? Sim permaneceu firme e forte na fé confirmando na Crisma sua opção pelo catolicismo e se disponibilizando e trabalhando pela vida da Juventude no ano de 2004. Enquanto participava de grupo de jovens o mundo lá fora era diferente e era papel dele também lutar contra a desigualdade social. A vontade do garoto era de ir ajudar as vítimas do terremoto que aconteceu nos países do Sudeste Asiático que matou cerca de 398.000 pessoas, mas não pode ir por que recebeu o convite do orkut que foi inventado naquele ano e teria que editar o perfil.
  Seu sonho era de ir a Disney, mas não consegui realizar enquanto criança e a vontade desapareceu ainda mais com os acontecimentos no ano de 2005 quando sobe que na comemoração dos 50 anos do parque o Papa João Paulo II acabou morrendo após andar na roda gigante. Neste mesmo ano Douglas que estava no segundo ano do ensino médio começa a cursar um curso técnico na universidade federal de Pelotas, técnico em agropecuária, imagina só, o menino da cidade estudando coisas lá de fora.
 Ano de 2006, tempo de formatura dupla, 3º ano do ensino médio e do curso técnico. É hora de prestar vestibular, se inscreveu para o curso de historia, mas não obteve sucesso por que deu ouvidos a mãe. A mãe de Douglas sugeriu que ele levasse para realizar a prova chocolate e água que ela tinha visto na TV que fazia bem, ele ouvindo a sugestão levou. Só que em vez de fazer a prova começou a comer e se perdeu no tempo, fora a dor de barriga que teve que passou a metade do horário no banheiro.
 Enfim, era o primeiro vestibular, dá para compreender o que não da pra aceitar e a NAZA lançando a sonda espacial para o Plutão, o cachorrinho aquele do Mick. O que não dá para aceitar também é Israel fazendo seus ataques constantes ao Líbano e a lerdeza de Fidel Castro que demorou séculos para delegar funções pela primeira vez em seu País para se submeter a uma cirurgia, será que era de redução de estomago? Não sei, mas deve ser neste mesmo ano estava na moda perder a barriguinha a partir deste método.  
 Com a inauguração do primeiro trem-bala Chinês no ano de 2007 Douglas pega uma carona e vai ao encontro do Papa Bento XVII no estádio do Pacaembu onde foi canonizado o primeiro Santo Brasileiro, frei Galvão.
 Voltando do encontro com o Papa percebeu que estava na hora de fazer escolhas, e estas escolhas deviam ser bem tomadas, pois seria para o resto da vida então resolveu fazer uma experiência no ano de 2008 no seminário de Pelotas. Foi seminarista durante quase todo ano, mas resolveu fazer igual o Fidel Castro, renunciar e viver outras experiências.
 No ano de 2009 foi contratado pela empresa onde fez o estágio de conclusão de curso, mas foi demitido ao saber que ele não estava por dentro do acordo ortográfico que havia ocorrido no Brasil e a empresa não queria gente incompetente no seu quadro de funcionário ainda mais sabendo que ele também era culpado pelas constantes mudanças meteorológicas que inundou Pelotas e sua cidade de Capão do Leão. [...]
 Mesmo com todos os problemas esse garoto tem força, fé e motivação para cerrar uma luta contra a violência de jovens a favor da vida e a desigualdade social lutando por um outro mundo possível, Slogan do FSM que participou em janeiro de 2010 em POA.
 Chegando de POA celebração dupla, 15 anos de sua sobrinha que convive como irmã e a noticia da tão esperada aprovação do vestibular.
Douglas Santos

10 de abr de 2010

Poesia resposta por Rodrigo Szymanski

Duvidas?
Sentimento de culpa?
Sem direção?
Caminhos milhões?
Vazio então?
Não tem problema não...
Beije e abrace (sempre)
Fale e grite contra as injustiças
Sorria e chore mais não desista
Caminhe e corra se perder o ônibus
Acuse os malfeitores e defenda os oprimidos
E não esqueça, questione sempre...

Rodrigo Szymanski
09/04/2010
P.S poesia resposta ao Douglas Santos


9 de abr de 2010

Dúvidas

Abraçar ou beijar?
Falar ou gritar?
Sorrir ou chorar?
Não sei o que fazer!

Caminhar ou correr?
Andar ou permanecer?
Acusar ou defender?
Não  sei o que fazer!

"Só sei que nada sei" (Sócrates)

Douglas Santos

4 de abr de 2010

Bem vindo ao blog Douglas da PJ


Peço-te que leia essa postagem até o fim, depois se gostar ou achar uma droga deixa seu comentário no final. Estava eu aqui no meu refugio, quarto, e estava preparando uma oração para o primeiro encontro de um grupo de jovem na minha comunidade. Lendo a leitura do dia me deparei com a passagem em que as mulheres vão até o tumulo e não encontra o corpo de Jesus. No mesmo momento vieram várias idéias a respeito desta passagem...
Logo mais tarde após a reunião fui para Missa do Fogo e novamente me deparo com a mesma passagem, dai comecei pensar de como realmente esse momento foi vivido, já que leitura foi escrita bem depois e com certeza deve ter perdido alguns detalhes importantes ou não. Vou descrever como, naquele momento, pensei que os fatos tivessem ocorrido.



Era uma madrugada fria, todos os seguidores estavam cansados e muito tristes pela perca daquele em que eles acreditavam que realmente era o Ungido. Estava dormindo jogados pelo chão, um sono com pesadelos, uma noite mal dormida.
Quando o dia começa a clarear uma mulher acorda assustada lembrando de que ficou de ir até o tumulo onde estava o corpo de Jesus para banhá-lo com mirra. Levantando-se depressa  acordou sua companheira, após a higiene comeram um pedaço de pão e saíram até o local. A manhã estava fria e os campos ainda cobertos por serração, o povo começando a despertar e as duas com medo caminhando ao encontro do mestre não acreditando que o tinham matado. Pelo caminhado iam olhando para todos os lados se cuidando e lembrando de tudo aquilo que o Filho de Deus tinha dito durante sua vida. Neste instante sentiram um aperto no coração, pois estava tudo acabado, já não sabiam o que iriam fazer sem as ordens do mestre, de seus conselhos, sem seu sorriso para animar a caminhada.

Quando chegaram ao tumulo perceberam que este estava aberto, mas como poderia? Foi colocada uma enorme pedra para proteger e era novo, nenhum corpo foi colocado ali antes. Correram e verificaram, estava mesmo vazio, somente os panos jogados ao chão. Uma onda de revolta e repugnância envolveu as duas mulheres, como poderiam ter roubado o corpo, por que não respeitaram os sentimentos de pelos menos daqueles que o seguiam e acreditava no que ele falava. Com sentimento de vingança saíram do tumulo, como que fosse ao encontro do ladrão exigir explicações por que o tiraram dali.


Depararam-se com um casal vestidos de branco, um branco intenso que ardia o olhos se ficasse o admirando, estes estavam rindo das mulheres que estava preocupadas carregando seus vasos com perfumes.
 As mulheres se entreolharam e como se comunicasse mentalmente acharam que eles teriam tirado o corpo do seu Senhor do tumulo. Antes de falar qualquer coisa o casal alegre comunicou que aquilo que o Cristo Jesus disse se cumpriu e ele estava vivo entre nós. As mulheres se olharam novamente e nascendo um sorriso lembraram do que o mestre tinha dito que iria ser morto, mas que ressuscitaria dos mortos.
Largaram tudo e foram correndo ao encontro dos outros, no percurso iam cantando e gritando, querendo compartilhar a alegria com todos que olhavam aquelas duas correndo em direção a cidade. Corriam tanto que arrebentou a sandália de uma delas e machucou o pé, mas está nem percebeu que seu pé estava sangrando diante de tanta felicidade. 

Chegando ao local onde todos estavam reunidos, encontraram alguns já acordados comendo alguma coisa, outros fazendo a higiene e outros ainda dormindo.
 Sem conseguir falar por causa do cansaço da maratona faziam gestos chamando a atenção de todos, após tomar um pouco de água que algum discípulo alcançará conseguiram anunciar que o corpo de Jesus não estava mais lá. Antes de contar o resto teve gente que saiu perguntado como podia, já tinham tirado a vida dele e ainda roubaram o corpo? Com um enorme sorriso contou o que o casal vestido de um branco intenso disse quando saíram do tumulo. Aqueles que estavam dormindo se acordaram com o alvoroço que estava na sala, de uns confirmando que o mestre tinha dito mesmo que isso iria acontecer, outros não acreditando dizendo que isso poderia ser coisa das mulheres que ficaram muito impressionadas com o que viram e fantasiaram o que queriam que realmente tivesse acontecido. Teve um que duvido ao ponto de dizer que se aquilo que elas estavam dizendo era verdade ele queria ver as marcas deixadas pelos pregos. Foi ai que dois saíram e foram até o local e viram que as mulheres estavam falando era verdade. Quando chegaram de volta confirmaram dizendo que o mestre tinha ressuscitado.
 Ficaram ali sentados fazendo o desjejum, pensando como Ele iria aparecer, o susto que levaria aqueles que os espancaram, bofetearam e humilharam. Alguns achando até graça, seria uma espécie de confirmação daquilo que o Messias tinha dito. Entre comentários e outros eles falavam que agora ia tudo melhorar, por que todos iriam ver que ele era realmente o filho de Deus. 


Começaram após o café da manhã a por a casa em ordem para a espera do Messias, e quando menos esperaram levaram um grande susto, Jesus Cristo estava ali os olhando trabalhando e com um grande sorriso nos lábios.
Todos correram para abraçá-los e as perguntas eram uma atrás da outra, perguntando o que tinha acontecido como ele conseguiu sobreviver e Jesus como sempre carinhoso, atencioso foi relembrando o que já tinha dito inúmeras vezes, quando olhou nos olhos de Tomé disse rindo que ele tinha que perder aquela mania de não acreditar nos companheiros e mostrou-lhes as mãos dizendo para ele tocar. Tomé envergonhado por ter dito aquilo disse que agora acreditava.
 As perguntas era muitas, a vontade de abraçar e beijar Jesus era muita, mas ele comunicou que estava de saída, mas antes de sair pediu a atenção de todos para reforçar o que já tinha dito. Disse a todos que eles deveriam sair em missão e de levar a boa nova, que eles fossem uma comunidade de amor e de libertação para aqueles que estavam alienados com as coisas supérfluas e ainda num tom mais alto e já se direcionando para a porta disse ainda que não esquecerem de estar sempre ao lado dos pobres, aqueles que passam fome, frio e que já não tem mais esperança na vida. Que cuidassem da Juventude, pois assim como ele, que também era jovem, é nesta fase que se tem a vontade de mudar o mundo, de construir um outro mundo possível.
 Após ter dito estas palavras ele saiu, os que estavam ouvindo correram para ver para onde ele estava indo mais não o viram mais. Paralisados com o que tinha acontecido foram conversando, se organizando para ver como fariam aquilo que o Cristo vivo acabará de dizer. Após escrever em pedaços de pergaminhos os lugares pra onde iriam se puseram em missão.


Bom gente peço perdão por ter rescrito está passagem, sei da importância da Bíblia e não quero de maneira nenhuma mudar, nem passou por minha cabeça isso. É que estes acontecimentos como a higiene, o café, coisas do dia-a-dia não foram registrados e quando li e ouvi hoje essa leitura fui mentalizando. Vai ver isso já é resultado do curso de história...
Agradeço a visita e boa páscoa, não vamos esquecer a missão que o Cara nos deixou heim, vamos juntos, lutar por uma civilização onde reine somente o amor.
Bjus e abraços pascoalinos a todos :D