20 de mai de 2011

Placas de minha vida

Parar só se for de chorar, reclamar
avançar sempre, mas respeitar o limite.
Ir e vir para conhecer a realidade
mas sempre estar inserido na base.

Retornar só se for para buscar
alguém que deixamos.
É proibido estacionar
ou trocar de via, realidade.

A seta que nos conduz é Jesus.
Cuidar os pejoteiros que estão "atravessando"
cuidar para que sigam no caminho certo e não dobrem.

Douglas Santos

obs. Poema escrito em um retiro de avaliação da caminhada da PJ na diocese de Pelotas.

0 comentários:

Postar um comentário