6 de out de 2011

Pelo dia do poeta...


Com licença
Permita-me ousar
para que eu cante, dance e poetize
com o objetivo de alegrar

Assim como a beleza da fada
ou do lago freqüentado pelos magos
localizado na floresta encantada
deve ser os poemas, recheados de imaginário.

As cores do arco íris que embelezam
cada cor, cada ator, cada compositor, cada poeta
muitas mulheres, muitos homens
que em seus escritos nos revelam suas vidas, seus amores

Desculpe-me os poetas verdadeiros, poetas do povo
pela audácia da minha escrita
há uma tentativa de revelar o intimo, o verdadeiro
da partilha do amor, uma partilha de vida.

 Douglas Santos
 Pelo dia do poeta (04/10) 

2 comentários:

Vulcka disse...

Os magos frequentavam um lago?

Não entendo patacas de poemas (ou poesias?), então sempre me sinto estranha em comentar quando tu os escreve, mas são possuidores de um sentimento, uma vontade de exteriorizar uma emoção reclusa... Bonito de ver!

Douglas disse...

pois é, tinha esse pensamento na idade média LU.
Magos eram frequentadores de lagos. Isso era por que a beleza do lago incomodava e como os magos "eram ruins" falavam que estavam por ali.
Escrevi em uma aula de estudos avançados do medievalismo :p

Postar um comentário