9 de nov de 2011

Bicho papão

Ontem o bicho papão se escondia no sofá
em baixo da cama dentro do armário.
O bicho papão não falava
só assustava dentro da minha imaginação. Será?
Hoje o bicho papão tem nome
fala e come, ou melhor, às vezes come.
Sim, hoje o bicho papão é a fome
o egoísmo, a violência que faz com que eu me esconda
onde ontem ele estava.
O bicho papão ontem só assustava a noite
mas ao clarear o dia, tudo ficava bem.
O bicho papão hoje assusta a noite, pela manhã e pela tarde, mesmo que elas sejam belas. O bicho papão está aí, acho que ele nem se esconde mais.
Hoje o bicho papão é a ganancia, o poder e a desunião.
Ontem quando eu tinha medo do bicho papão corria para o quarto ao lado.
Hoje corro para onde? Posso estar sem querer correndo a onde ele está.
E amanha? Qual será o bicho papão?
Espero que seja o mesmo de ontem, que se escondia no meu quarto, mas que não matava meus sonhos que é poder andar livremente, ocupar as ruas e praças, beijar e abraçar sem medo e poder ser a verdadeira criança que sou.

Douglas Santos
P/ espetaculo da trupe "O Circo Sem Lona" 

3 comentários:

observador disse...

Parabéns pelo texto. Muito bom e nos motiva a fazer uma importante e urgente reflexão sobre os medos de ontem e de hoje.

Vulcka disse...

Bicho papão? ϟ RIDIKULUS ϟ





(os fortes entendem... rsrsrs)

Numa vida dedilhada disse...

Decorando, pensando uma perfórmance em 3, 2, ... Um beijo, se cuide ^^

Postar um comentário