16 de ago de 2009

Porto Velho-RO, 24 de julho de 2009.
Carta aberta dos jovens e das jovens das Pastorais das Juventudes do Brasil presentes no 12º Intereclesial das CEBs.
É com muita luta, disposição e esperança por um Brasil e um mundo mais humano e ecológico que as Juventudes vêm expressar-se nesse grande encontro.
As vozes jovens da PJB expressam e levantam a marcha contra a violência e extermínio de jovens. As experiências missionárias que tivemos aqui no 12º nos mostrou que o quadro penal de Rondônia hoje é composto por uma grande massa de jovens. Ressalta-se, contudo, que esta é uma realidade de todo Brasil.
Por que nossos jovens estão lá? Qual o contexto social que os leva a isso? O governo vem fazendo algo para resolver essa situação? Qual o nosso papel diante dessa triste realidade? Reduzir a maioridade penal solucionaria o problema? Afirmamos que não!
Diante do assassinato do Pe. Gisley Azevedo, assessor, amigo, companheiro e defensor da vida, em especial, da juventude, reafirmamos nossa bandeira de luta assumida na 15ª Assembléia Nacional das Pastorais das Juventudes do Brasil contra a violência e o extermínio dos jovens, pois acreditamos que a paz é fruto da justiça, como assumidos na CF 2009.
O grito que vem da Amazônia ecoa na mente e no coração da juventude, pois esta entende que a degradação do meio-ambiente reflete diretamente na vida dos povos. A manutenção do modelo econômico vigente não leva em conta a coletividade, a solidariedade e a paz e sim o individualismo, o consumismo exacerbado. Por isso deve ser fortemente combatido, uma vez que este modelo gera a devastação, o desmatamento, as monoculturas, o agronegócio, as grandes mineradoras, as barragens e o desequilíbrio do ecossistema, acelerando o aquecimento global.
A partir dessas reflexões, as Pastorais Juvenis seguindo a Palavra de Deus nos trilhos da Igreja Latino-americana desejam mais uma vez estar em comunhão com as Juventudes quilombolas, ribeirinhas, ameríndias como também com todas as CEBs da America Latina e do Caribe. Neste sentido, propomos que, no próximo encontro Intereclesial, reflitamos os clamores das juventudes com o tema “CEBs em defesa da vida da Juventude”!
“VAMOS JUNTOS GRITAR, GIRAR O MUNDO. CHEGA DE VIOLÊNCIA E EXTERMÍNIO DE JOVENS!”
Amém, axé, awere, aleluia!

Pastorais das Juventudes do Brasil

0 comentários:

Postar um comentário