26 de jun de 2010

Hoje realizei o teu sonho!

Hoje realizei o teu sonho!
Compramos o melhor que podíamos, boa localização, terceiro piso, uma vista privilegiada, de lá você enxergara diversas paisagens.
Os vizinhos umas “flor” de pessoas, gente de família, silenciosos, boa gente mesmo, acho que você irá gostar.
Está pronto, é só desfrutar!
Na verdade eu queria que você ficasse morando aqui comigo, mas se você sente que Deus lhe pedi isso, tudo bem. Vai tranqüila. Vou ficar bem, não se preocupe. Lembrarei de você todos os dias e de vez em quando passarei para te ver ou pelo menos tentar te ver.
Prometo lembrar sempre de tudo que você me ensinou, dos momentos que passamos juntos, dos colos recebidos, dos olhares, das lágrimas derramadas, dos presentes ganhos.
Que agora?
Sabia que um dia, mas já?
Por quê?
Sei que isso é a única certeza, mas...
“deixa eu mimar você, adorar você, agora, só agora, por que um dia, eu sei, vou ter que deixa-la ir”
Hei! Você me escuta?
Psiu...
Mãe, Mãããe...
 Não esqueça te amo.
Vai pra junto de Deus.
Agora fico eu aqui sem um pedaço de mim.
Douglas Santos

14 comentários:

Henrique PeJoteiro disse...

Ao ler meus olhos se encheram de água!!!

Sinto muito meu amigo... e tenho certeza que hoje ela estás a interceder e rogar por ti... Cuidando de vc tão quanto quando estava contigo.

Abraço Forte e muita força e paz para ti!!!
PAZ E BEM

Luana Corrêa disse...

Nem se imagina a dor que tu sente!
A angústia e o aperto,
Mas compartilho do sentimento do Henrique quando diz que onde ela está (e sabemos que bem acompanhada por um amigo nosso) está cuidando de ti, muito bem, como sempre fez!
Nem tem o que falar do texto, transborda sentimento a cade palavra (...)

beijo, beijo

MarceLettnin disse...

Oi, guri!

Não só do texto, mas também quero comentar todo esse momento...
Assim como, o Henrique colocou das lágrimas, e, a Luana da angústia e do aperto, eu queria te dizer, também, que não consegui, em momento algum, ter noção do que tu estavas sentindo, mas todo aquele processo me serviu como um grande aprendizado, pois, ver um dos meus melhores amigos chorando a perda da mãe, não foi nada fácil. Eu chorei junto, senti muito, não só por ser a tua mãe, mas também porque eu adorava ela, pois criei um laço de amizade muito grande com toda a nossa convivência, durante todos esses anos.
Refleti muito e comecei a enxergar muitas coisas, dar valor a algumas que eu não dava antes.

Abração e conta comigo sempre!
TE AMO, Douglas!

pejotando disse...

Douglas,

teu texto é sincero e cheio de sentimentos. Não há como não ler e não se emocionar também. Soube do ocorrido com a sua mãe pela lista da PJ e fiquei sentindo saudades dela, mesmo sem nunca termos nos visto ou conhecido. E lendo teu texto agora parece-me alguém bem próximo de mim e a saudade aumenta.
Difícil dizer qualquer coisa para te confortar a ausência física dela. Não há palavras para isso. A única certeza que eu tenho é que Deus é o Deus dos vivos e, assim sendo, sua mãe está viva, junto a Ele.

Abraço!

Thaiane Pereira disse...

Hoje ao chegar em casa e ver os comentários no meu blog resolvi dar uma passadinha no teu e ver teus escritos. Ao ler o teu texto "Hoje realizei o teu sonho!" confesso que fiquei muito emocionada, e não consigo imaginar um pouquinho do que sentes(na verdade prefiro não imaginar).
Realmente é complicado te dizer algo, já que nos conhecemos ontem, mas temos o mesmo Deus em comum e com Nele sabemos que sempre podemos contar. Onde estiver, tua mãe esta bem e se tiveres sempre essa certeza, superar as dores e obstáculos será muito mais fácil!
Te desejo muiiita Paz & Bem!

Thaiane Pereira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Leandra disse...

Lindo ♥
A dor é grande mais o consolo agente tem.. ela parou de sofrer...
agora ela esta bem ...
esta do lado daquele nosso amigo de longa data...
e que lá ela seja muito feliz.. mais do que foi aqui!

Mariana Rocha Malheiros disse...

Querido Douglas:
Faço parte da lista nacional da PJ. Esses dias estava meio atribulada com algumas coisas e tal, e quase não li emails. Hoje, parei pra ler os inúmeros emails da lista e li essa notícia. Não te conheço pessoalmente, mas saiba que partilho da sua dor. Partiho, porque você sofre. Porque você é jovem como eu e está passando por uma dor que eu já passei. Olha, não tem remédio. É uma dor que só tende a aumentar com o tempo, mas sabe, com o tempo a dor vira saudade, e a gente se conforta, e entende que aquela pessoa nunca vai nos deixar. Entende que as grandes pessoas são eternas porque deixam marcas profundas em nós. E por isso elas nunca irão totalmente!
Querido, quero que saiba que daqui estou rezando muito por você. Muito mesmo.
E sei que o tempo (e o Pai do Céu também) vai amenizar essa tua dor.
Pra você, muita paz e serenidade nesse momento.
Um beijo!

Mari Malheiros
PJ - Diocese de Guarapuava- PR

AndreChr disse...

Meus olhos marejaram, quando li tamanho 'amor'...
Paz e conforto, amigo.
Forte abraço.

Anônimo disse...

impossivel nao chorar!!!
Deus abençoe meu caro!!!

Vulcka disse...

A dor é legível entre as palavras. É triste.
Mas me trouxe a tona uns versos que certa vez li:

"A morte não é nada
Eu somente passei
Para o outro lado do caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês,
Eu continuarei sendo.

Me deem o nome
Que vocês sempre me deram,
Falem comigo
Como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo
No mundo das criaturas,
Eu estou vivendo
No mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene ou triste,
Continuam a rir
Daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado
Como sempre foi,
Sem ênfase de nenhum tipo,
Sem nenhum traço de sombra
Ou tristeza.

A vida significa tudo
O que ela sempre significou;
O fio não foi cortado.

Por que eu estaria fora
de seus pensamentos,
Agora que estou apenas fora
De suas vistas?

Eu não estou longe,
Apenas estou
Do outro lado do caminho..."

(Autor desconhecido)

Eduardo da Amazônia disse...

Também venho hoje aqui, a partir do seu convite na lista da PJ Nacional: O Artista do Universo tem nos ajudado a partir desta experiência da Páscoa que vives, o quanto é desafiador a despedida ( ou o até breve!). Um pedaço de você se encontra na Casa do Pai para que a sua vida continue a ser vida pelas Vidas!
Acredito estar um tanto distante daquilo que estejas sentindo no momento, mas ao teu lado para o abraço fraterno e solidário, na saudade que aperta o peito, mas que ao mesmo tempo fortalece a caminhada.

Que o canto do uirapuru, possa soar da Amazônia aos teus ouvidos, uma canção de Paz!

Eduardo Soares.
Belém/Pa.

observador disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
observador disse...

Olá Douglas
Li agora seus últimos posts e sinto muito pelo o que aconteceu. Sinto muito companheiro, que Deus conforte a você e toda a sua família nesse momento tão difícil. Que sua mãe possa, agora ao lado do Pai continuar abençoando sua caminhada nessa com a PJ. Força e Paz irmão. Ela estará lá do seu te olhando orgulhosa, sabendo que cumpriu sua missão e serviu de exmplo para que você fosse e essa pessoa firme e guerreira, na caminhada e luta da juventude.
Um forte abraço.
Saudações PJoteiras!!!

Postar um comentário